Sem corrupção, a eficiência entre no jogo novamente

Em mercados dominados pela corrupção a eficiência na produção e serviços fica em segundo plano. A corrupção criar preços artificiais superfaturados e mascara a ineficiência das organizações. Erradicando a corrupção, a eficiência entre novamente no jogo da competitividade. Isso cria a necessidade de mudanças profundas nas organizações que praticavam atos ilícitos para vencer disputas comerciais. Para os trabalhadores, o impacto também é significativo, pois deverão sair da zona de conforto e buscar mais produtividade nas suas atividades. Operar em mercados com competição justa e ética é mais desafiador e criar ambientes de trabalho mais inovadores e motivadores.

Apenas no setor público no Brasil são desviados em torno de R$200 bilhões por ano, segundo os procuradores da Operação Lava a Jato. Mesmo com regras claras sobre lícitas públicas (Lei 8.666) e auditorias dos Tribunais de Contas, os governos e empresas públicas insistiam na prática de corrupção.

Sabemos que auditorias realizadas por pessoas são vulneráveis, pois envolvem poucas pessoas, favorecendo ações de aliciamento. Um dos muitos casos famosos foi o envolvimento da consultoria americana Arthur Andersen no escândalo de corrupção da empresa de energia Enron, onde aprovou relatórios contábeis fraudulentos e destruiu provas de atos ilícitos de seu cliente. A consultoria que tinha 28.000 empregados nos Estados Unidos e 85.000 no mundo, agora opera apenas com 200 consultores em Chicago, onde foi fundada em 1913.

A solução para monitorar e auditar as ações de governos e empresas é o uso intensivo e transparente de tecnologia. Um robô usando um software de Machine Learning, baseado em inteligência artificial, foi desenvolvido por um grupo de jovens para monitorar as despesas de deputados federais. O software utiliza dados públicos abertos, disponíveis nos portais de transparência, para analisar as notas fiscais. Na fase inicial, depois de analisar cerca de 3 milhões de notas fiscais e comparar gastos de mesmo gênero em diferentes regiões do país identificou mais de 160 possíveis irregularidades, que depois de verificadas na Câmara dos Deputados, mais de 20 foram confirmadas.

Esses softwares também podem ser utilizados para a monitoração de transações nas empresas e identificar desvios de conformidade, alertando em tempo real qualquer potencial irregularidade. Ou seja, as ferramentas estão disponíveis para garantir a lisura das operações das empresas.

A vantagem de uso de softwares de inteligência artificial é a utilização para melhorar a competitividade das organizações. Ou seja, resolve-se vários problemas como uma única solução. Ao contrario que muitos pensam, a inteligência não tirará empregos e sim criar novas oportunidades de trabalho e crescimento das organizações.

Deixe uma resposta